Quatro Dicas sobre Estampas em Relevo - Iniciante

Embora seja uma técnica antiga (25 anos ou mais), as estampas em relevo ainda geram muitas dúvidas e curiosidades: Tenho que fazer telas com relevo? Quantos fios a matriz tem que ter? Tem que ter estufa? Posso curar com soprador? Posso curar na prensa? O rodo influencia?

Bom eu vou tentar elucidar essas dúvidas aqui nesse post, no final não esqueça de deixar seu comentário.

Se você quiser passar um dia inteiro explorando as possibilidades do Plastisol conheça nosso curso PLASTISOL DAY


Antes de iniciar vou deixar aqui uma Série com 4 Vídeos que fiz no Canal da Gênesis Tintas no Youtube especialmente sobre Relevos em Plastisol e Efeitos sobre relevos, aproveita pra "maratonar":



Bom vamos pelo inicio e as perguntas mais comuns:


1- Preciso de uma tela com relevo para fazer relevos em Plastisol?


A resposta aqui é não, você não precisa. O Plastisol Relevo Base da Gênesis vem com um agente expansor que fará com que a tinta cresça assim que aplicarmos calor. Mas o que vamos precisar é de um calço na tela que chamamos de FORA DE CONTATO.


Dica número 1- FORA DE CONTATO:

O fora de contato é um calço que colocamos na telas em seus quatro cantos para que o poliéster da matriz não fique em contato com o substrato (tecido) e isso proporciona uma estampa mais lisa e definida.


Para criarmos relevos altos precisamos dar vários repiques (3 a 4 repiques) com pré-secagem e expansão intermediária. Agora se em seu processo não é possível dar vários repiques (como por exemplo em algumas aplicações em industrias calçadistas) aí o ideal é fazer a tela com relevo, lembrando que quanto maior o relevo da tela menor definição na estampa.


2- Qual a matriz ideal?


Primeiro é bom pontuar que para termos um relevo bem definido e liso é necessário telas bem esticadas, com essa informação já conseguimos definir que as melhores matrizes para isso são as de alumínio por terem boa estabilidade dimensional e não empenarem facilmente com tensões mais elevadas. Quanto ao poliéster podemos utilizar de 32 a 55 fios/cm. Em geral e para a maioria dos casos matrizes esticadas com poliéster de 43 fios/cm já atendem muito bem.


Dica número 2 - Eu fiz um post bem completo sobre revelação de matrizes, depois dá uma olhada AQUI


3 - Tem que ter estufa?


Não necessariamente. O que cura a estampa é o calor de 170 a 180 graus. Sabemos que se colocarmos a estampas nessa temperatura por 3 minutos ela vai estar totalmente curada. Então é claro que a estufa ajuda muito quando a produção cresce um pouco, por conta da uniformidade de exposição ao calor. Porem se você criar um critério e um procedimento para cura utilizando soprador térmico por exemplo também será possível.


Aqui tem um vídeo que fiz para o Dicas da Gênesis no canal do Youtube sobre curar plastisol com soprador:

Mas veja, nenhuma empresa vai te garantir que a tinta vai fixar na peça de você utilizar soprador ou qualquer outro método alternativo. Na verdade também não vai garantir se sua estufa estiver desregulada. Então vamos a dica 3:


Dica 3 - Para saber se uma estampa plastisol relevo esta curada, você pode puxar a estampa e ela não deve trincar, você também pode esfregar o dedo em cima e ela não pode esfarelar. Faça seus teste em retalhos e crie seu procedimento próprio de cura.


Resumindo, você pode curar seu plastisol com qualquer fonte de calor (estufa, prensa, flash-cure, soprador, queimador a gás, etc) . Mas a responsabilidade para identificar a cura é sua.


4 - O rodo influencia?


Sim, e muito! Para estampas plastisol relevo recomendamos rodos de dureza (shore) alto, como 75 ou 80 shores.


Fiz um vídeo de dica no canal da Gênesis Tintas no Youtube somente sobre rodos:


Tenho muita coisa pra dizer sobre plastisol relevo, mas vou ficando por aqui pois você já tem bastante material pra estudar. Vou deixar abaixo mais 1 vídeo sobre relevo pra você:

Esse vídeo é um resumão sobre tudo que falei acima.


Aqui também vou deixar o vídeo de uma LIVE do Terça de Sucesso que fiz no canal da Gênesis Tintas sobre relevos.


Bom como eu disse lá em cima se você quiser fazer uma imersão no mundo plastisol, temos o Plastisol Day. Um curso totalmente focado em tintas plastisol, dá uma olhada na apresentação:


Bom agora vou pedir sua ajuda! Comenta aí em baixo o que você achou deste conteúdo e se tiver dúvida pode abrir um chamado em nosso Fórum (o link está na página principal)


Também vou pedir pra você compartilhar esse post em suas redes, é fácil e me ajuda muito!


Um grande abraço!


"Trabalhando todos os dias para levar informações relevantes e melhorar a qualidade do mercado serigráfico brasileiro!"

198 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo