As Camisetas que nunca saem de moda.

Ah, a camiseta dos sonhos!

Usada como forma de se destacar na multidão, chamar atenção ou mesmo passar uma mensagem, a camiseta é com certeza o item do vestuário masculino ou feminino mais versátil que existe. Neste post, eu Moacir Ferreira e Leonardo Ishii vamos te conduzir pelo mundo maravilhoso das T-Shirts.

Bom antes de começarmos eu gostaria de te falar um pouco sobre a camiseta, onde surgiu, sua história, quando e como chegou no Brasil e tenho certeza que depois disso você vai se apaixonar ainda mais e ficar mais estimulado é afim de fazer suas camisetas estampadas em casa. Bom divertimento.

SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO DAS CAMISETAS

Você com certeza tem uma ou várias dessas peças em seu guarda-roupa. Ela não é apenas um acessório qualquer, mas sim um item fundamental e versátil, capaz de compor os mais variados looks. Sim, nós estamos falando do incrível mundo das camisetas.

Elas acompanham o ser humano há muitos anos, e são consideradas as queridinhas de diferentes estilos. Seja para um look mais descolado num happy hour, ou ainda para um encontro com a namorada, à camiseta pode ser combinada e estilizada, servindo de apoio para o restante de seu visual.

Essas peças estiveram presentes em grandes acontecimentos da humanidade, e com certeza foram fundamentais para estampar mensagens, unir grupos de pessoas em prol de um mesmo objetivo, e, claro, tornar todo mundo mais estiloso.

Saiba tudo sobre o fantástico mundo das camisetas, e descubra como essa peça se reinventou com o passar dos anos, mas nunca perdeu a sua essência: básica, e elegante.



CONHEÇA A HISTÓRIA, A EVOLUÇÃO, E TUDO MAIS SOBRE O MUNDO DAS CAMISETAS

Embora seja um vestuário com aspecto moderno e descolado, as camisetas surgiram há muitos anos, no distante século XVIII, quando se deu a Revolução Industrial na Europa. Nessa época, surgiram algumas novidades no universo da indústria têxtil, e com isso as camisetas chegaram até nós.

Bom, não até nós, literalmente, pois, no Brasil essa belezinha do universo da moda só chegaria anos depois, no início do século XIX. Os estados da Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro foram os primeiros a de fato adotarem a confecção de peças em algodão, que se tornariam então as famosas “T-shirt”.

Esse nome curioso, inclusive, foi dado à peça por conta de seu formato. Se você olhar bem para uma camiseta, vai perceber que ela tem a forma de um “T”, por conta de suas mangas que se estendem para as laterais, e da parte alongada do corpo. E daí mesmo surgiu o termo de origem inglesa que se popularizou em diversas regiões, inclusive entre os nossos colonizadores portugueses.


Mas se hoje elas são as queridinhas na hora de montar um look, antes as camisetas eram consideradas completamente sem classe. Por isso elas eram usadas por baixo das camisas masculinas, com a intenção de proteger as camisas sociais do desgaste por conta do suor e o atrito com a pele.

Também haviam pessoas que tinham uma preferência por dormir com as camisetas. De qualquer forma, sair com uma dessas a mostra na rua era motivo de vergonha.

Quando os portugueses chegaram no Brasil, eles se depararam com um clima quente, e suas roupas pomposas e pesadas não combinavam com a nova terra. Então, alguns deles tomaram uma decisão polêmica: tirar a roupa de cima, e andar por aí de camisetas.

Apesar de esse ser um ponto importante da história sobre o mundo das camisetas, ainda não foi aí que elas se tornaram um sucesso no Brasil ou no mundo. Na década de 60 é que a coisa começou realmente a mudar.

Os jovens contestadores, politizados e rebeldes encontraram conforto nessa peça chave, e foi então que ela começou a ganhar cada vez mais espaço entre os locais públicos e de convivência social.

E é a partir daí que a indústria enxergou uma pepita de ouro, e voltou suas atenções para a moda jovial e descontraída, usando como protagonista aquela que durante muito tempo esteve escondida embaixo de outras roupas: a camiseta.


MÚSICA X CINEMAS: A ETERNA BRIGA SOBRE QUEM POPULARIZOU A CAMISETA

Outra coisa que faz parte da história do mundo das camisetas é a disputa eterna entre a música e o cinema para dizer que foi que a popularizou. Na verdade, as duas indústrias tiveram sua importante participação para transformar a camiseta em uma peça popular.

· Na música:

Ela ganhou um imenso destaque nos ano 60, quando o rock´n roll se tornou o gênero preferido da juventude. Os modelos psicodélicos primeiro conquistaram a galera hippie da sociedade.

Depois os símbolos das capas dos álbuns mais populares passam a servir de estampa, como a língua dos Rolling Stones, ou o prisma colorido do Pink Floyd.

Nos anos 80, as camisetas de bandas, com as mangas rasgadas, tomam conta dos roqueiros, e já estão completamente incorporadas a vestimenta da juventude.

E foi justamente nessa década que a revista Rolling Stones, a grande referência da música mundial, lançou uma nota dizendo que as camisetas são as representantes oficiais do rock, e as chama de “identificadores ideológicos”.

E são de fato. Admita que você mesmo dá um sorriso, e tem uma súbita vontade de puxar papo quando uma pessoa usando uma camiseta de sua banda preferia passa por você.

O sucesso das camisetas no universo do rock foi tamanho, que até hoje elas são as peças preferidas dos admiradores desse estilo musical, e continuam compondo os mais variados looks, com estampas de bandas clássicas ou novas, que não perdem a oportunidades de usá-las como cartaz.



· Woodstock:

Em 1969 é que uma empresa americana anunciou a venda de corantes capazes de dar formas psicodélicas e coloridas às camisetas brancas. Nesse mesmo ano, aconteceu o maior festival de música da história, o Woodstock.

O público, formado por jovens hippies, considerados transgressores e rebeldes, mas que pregavam o amor e a paz, adotou e tornou o estilo “tie-dye” um fenômeno.



· No cinema:


Um pouco antes disso, no entanto, o galã Marlon Brandon usou uma camiseta durante cena do filme Um Bonde Chamado Desejo, em 1951. Foi um verdadeiro furor.

Todos os jovens queriam usar a roupa igual ao seu ídolo, e a indústria têxtil americana faturou quase 200 milhões de dólares naquela época por conta dessa jogadinha de marketing.

Seguindo o sucesso, outro Sex Symbol da época também aproveitou a onda, e em 1955 James Dean grava “Juventude Transviada” combinando uma camiseta branca básica com uma jaqueta de couro preta. Pronto, estava lançada a moda “bad boy”.





· Na “Pop Art”:

E no final da década de 60, muitos artistas e designers apostam na camiseta como uma forma de expressão é nesse contexto que o artista plástico e ilustrador Warren Dayton cria uma série de estampas que misturam diversão e crítica social ou política, dando início à onda “pop art” da camiseta.

Elas também passam a ganhar frases, e extrapolam todos os limites de comunicação pedindo “paz”, “amor” e mandando recados para o universo a respeito de cuidados ambientais e políticos.


CAMISETA, MODA E JEANS: TUDO JUNTO E MISTURADO


A década de 60 foi realmente muito promissora para a moda, e apara a camiseta em especial. Quando você olha a sua querida T-shirt no armário, nem imagina quantas histórias ela viveu antes de se tornar a peça fundamental que é hoje em dia.

Foi em meados de 60 que ela passa a ser definitivamente enxergada como uma peça essencial, e a sua combinação com a calça jeans ganha popularidade unissex. As mulheres também fizeram uso desse par, e até hoje é considerado uma escolha coringa.

Não tinha como ser diferente, afinal, além de lindas e práticas, as camisetas se provaram muito confortáveis, e excelentes para as mais variadas combinações.

E foi nessa década que as camisetas se firmaram na moda. Diferentes de várias outras peças que surgem em determinada época, e depois desaparecem, carecendo de uma inovação, as camisetas atravessaram os anos sem mudar, e continuam sendo lindas, estilosas, e práticas.

Nessa época, elas já são sucesso absoluto no Brasil, e começam a estampar as passarelas de moda do mundo inteiro. As estampas caem a gosto da população, e é possível carregar qualquer coisa em seu tecido: obras de arte, mensagens políticas, bandas de rock.

Daí em diante, foi só alegria. Ela passou a ser usada com calça jeans, que se tornou a sua mais fiel escudeira. Mas as meninas também adotaram a ideia com o uso da minissaia, sucesso da época.

Depois elas viraram parceiras inseparáveis dos macacões no final da década de 70 e início da década de 80. E claro, os grunges adotaram de vez as camisetas acompanhadas de uma flanela xadrez e cabelos compridos.



MAS COMO INVESTIR NO MERCADO DE CAMISETAS? É UM BOM NEGÓCIO

Como você pode ver, o mundo das camisetas passou por diversas fases até a sua completa aceitação. Mas hoje ela não só é um sucesso entre o público, como se tornou também uma ferramenta de trabalho muito almejada.

O mercado de camisetas cresce a cada ano, e é seguro porque a peça comprovadamente nunca sai de moda. Alguns especialistas, no entanto, indicam que é importante inovar na hora de criar um empreendimento.

Como a concorrência é assídua, e o acesso às máquinas de estamparia, por exemplo, está cada vez mais fácil, é essencial que você segmente a sua empresa para algum propósito, e ofereça um diferencial.

Há empresas hoje que trabalham exclusivamente com customização, e oferecem ao cliente a possibilidade de escolher a cor e a estampa.


Há outras que disponibilizam duas estampas em tempo limitado, e que não voltarão a ser comercializadas após esse período. Todos esses modelos de negócio focaram em uma coisa: inovação. Embora o foco ainda seja mercado de camisetas, a ideia é mostrar que essas peças são de qualidade e beleza única.

O mercado de vestuário é um dos mais potentes no país. Quem escolhe trabalhar com camisetas, tem a frente não apenas um terreno muito fértil, mas também a possibilidade de conversar com diferentes públicos, pois, todas as pessoas, de todas as idades ou estilos, usa camisetas em algum momento.

Algumas pesquisas apontam que mesmo em tempos de crise, o setor têxtil continua a todo vapor, pois, é considerado uma das prioridades do país.


AS MULHERES E AS CAMISETAS: TENDÊNCIAS PARA 2019

Muitos sites e blogs já estão apontando as tendências para as passarelas de 2019. E como não poderia deixar de ser, as camisetas femininas com mensagens de empoderamento continuam no auge.

Frases que mostram poder e, acima de tudo, questionam e quebram padrões físicos e de comportamento, poderão ser usadas sem moderação, e com certeza vão arrasar nas ruas.

As camisetas “feministas” vêm ganhando força há algum tempo, desde que as mulheres passaram a se organizar com mais cuidado para lutar por seus direitos. Com isso, muitas meninas passaram a customizar as próprias blusas, o que caiu no gosto da indústria.



Então, é hora de tirar aquela T-shirt branca do armário, e apostar em uma frase forte e imponente para mostrar o seu poder e elegância também no look.





PEÇA CORINGA, CAMISETA NÃO DEVE FALTAR NO GUARDA-ROUPA DE NINGUÉM

Chegamos até aqui, e depois dessa grande tour pelo mundo das camisetas, podemos concluir que essa peça continua com tudo. Você com certeza tem aquela camiseta que é a sua preferida, e que às vezes está desbeiçada, mas você não se desfaz dela de jeito nenhum.

É justamente essa a sensação que essa peça causa: apego. Seja por lembrar um momento bacana, ou por trazer uma mensagem importante, uma foto legal, uma estampa interessante. O que importa é que as camisetas deixaram de ser apenas um acessório para se tornar um grito de liberdade, uma faísca de personalidade.

Através dela você pode comunicar o que gosta de assistir, de ouvir, ou com que tipo de pessoa gosta de se relacionar. “Diga-me o que vestes, e eu direi quem tu és”, diz um velho ditado – levemente alterado.

De qualquer forma, essa é uma peça essencial, que combina com diversas ocasiões, e pode se adaptar a várias situações. Por isso é fundamental manter pelo menos 2 ou 3 camisetas em seu guarda-roupa, prontas para salvar o seu look.

Esse incrível mundo das camisetas é também um universo permeado de criatividade, bom gosto, música, arte...e muita rebeldia.



QUEM SOMOS

A SILKTV / Escola Gênesis é um projeto idealizado por Moacir Ferreira e Leonardo Ishii, com o objetivo de capacitar empreendedores, empresários, iniciantes e profissionais do mercado de impressão serigráfica têxtil, industrial e comunicação visual, através de cursos presenciais, cursos online, treinamentos, consultorias, workshops, palestras e conteúdos para a profissionalização e crescimento do mercado.


Moacir Wilson Ferreira atua desde 2007 no ramo serigráfico como consultor, palestrante e coordenador da Escola Gênesis, empresa responsável pelos cursos, treinamentos e produção de conteúdos da Gênesis Tintas. Em sua trajetória, idealizou o projeto "Saiba Mais" da Arpotex, uma coleção de cursos em DVD com mais de 2.000 unidades vendidas, e é um dos responsáveis por projetos como o programa "Estamparia de Sucesso", os vídeos "Dicas da Gênesis" no youtube, os webinários "Terça de Sucesso", o projeto "Serigrafia em Ação" da Feira FuturePrint e o canal "SILKTV".


Leonardo Ishii é gerente de marketing da empresa Gênesis Tintas, atua desde 2002 na área de branding, planejamento, comercial, comunicação, criação e eventos, hoje contribuindo também na gestão dos cursos e treinamentos da Escola Gênesis e das ações de pós-venda no Depto Experiência do Cliente criado em 2016. Formado em Comunicação Social pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e Fotografia (Escola Panamericana de Artes), já trabalhou nas áreas de planejamento, atendimento, criação, fotografia e produção em agências de publicidade, atendendo clientes de diversos segmentos, como shopping centers, incorporadoras, comércio varejista e atacadista, marcas de moda e eventos esportivos e culturais.


Conheça a SILKTV e descubra um novo jeito de aprender serigrafia - www.silktv.com.br

Inscreva-se em nossas redes sociais e fique por dentro de nossas novidades e novos conteúdos:

Youtube - https://www.youtube.com/user/genesistintasvideos

Webinários Terça de Sucesso - https://www.youtube.com/user/genesistintasvideos

Facebook - https://www.facebook.com/escola.genesistintas

Instagram - https://www.instagram.com/genesistintas



Gostou deste conteúdo? Então inscreva-se aqui no meu site para ser notificado sempre que eu publicar um novo conteúdo de valor pra você, e aproveite para comentar, sugerir novos temas e enviar suas dúvidas!

Eu sou Moacir Ferreira atuo desde 2007 no ramo serigráfico como consultor, palestrante e coordenador da Escola Gênesis / SILKTV, empresa responsável pelos cursos, treinamentos e produção de conteúdos da Gênesis Tintas. Em sua trajetória, idealizou o projeto "Saiba Mais" da Arpotex, uma coleção de cursos em DVD com mais de 2.000 unidades vendidas, e é um dos responsáveis por projetos como o programa "Estamparia de Sucesso", os vídeos "Dicas da Gênesis" no youtube, os webinários "Terça de Sucesso", o projeto "Serigrafia em Ação" da FuturePrint e o canal "SILKTV", levando informação, conhecimento e capacitação através de cursos presenciais, cursos online, palestras, workshops, treinamentos e consultorias.

78 visualizações0 comentário

Onde me achar?     Aqui: moacir@silktv.com.br   +55 16 98116.1816

© 2020 by moacirferreira.com